Uma conversa sobre a Impermanência

Entenda o conceito da Impermanência em nossas vidas neste texto disponibilizado aos alunos do Ganesha Espaço Terapêutico antes de uma prática de Meditação em Grupo.

Por que a impermanência tem tanto a nos ensinar? Como a compreensão de um conceito pode, de fato, mudar nossa vida? Antes de responder a essas perguntas, te faço um convite: revisite os últimos 10 anos da sua vida. Tente lembrar quem era você 10 anos atrás. Quais eram os seus sonhos? Quais eram as pessoas que estavam presentes no seu dia a dia? Como era o seu trabalho? Como você acreditava que seria o seu futuro? Ele realmente é assim hoje? E a sua postura diante de determinadas situações?

Certamente, pelo menos um dos aspectos citados acima mudou e, muito provavelmente,hoje você pode se definir como uma pessoa muito diferente daquela de uma década atrás. Se a vida muda tanto em tão pouco tempo, como podemos nos prender à ideia ilusória de que que qualquer situação, boa ou ruim, é fixa? Por qual motivo perdemos tanto tempo afixados a uma briga que aconteceu, a alguma pessoa que nos magoou, ao ser amado que partiu e a tantos outros microacontecimentos que passam como as nuvens no céu?

O céu, por sinal, é um grande exemplo. Ele é uma metáfora perfeita para definir a postura ideal que devemos ter diante da vida. O céu é palco de diversos acontecimentos: ora está chovendo, ora está sol, ora nuvens passam e vez por outra um tornado pode acontecer e dar lugar a aves coloridas que sobrevoam toda a sua extensão. Apesar de tantos eventos, o céu, inegavelmente, ainda permanece céu. Portanto, na nossa vida, devemos perceber que somos como o céu, que apenas observa os acontecimentos com a calma e se abre novamente para dias cheios de luz.

Hoje, meu convite é para que você perceba o potencial infinito da vida e que, para isso, jogue fora o Eu que acredita estar preso a uma determinada situação. Sempre que for meditar, veja no seu corpo a oportunidade de contemplar todo o conteúdo da sua mente.

Quando for se sentar em meditação, perceberá que muitos pensamentos invadirão a sua mente e tentarão — como acontece no seu dia a dia, com todos os obstáculos que passa – roubar a sua paz. Nesse momento, lembre-se que você é o céu e apenas contemple o que a sua mente tem a dizer, sem se apegar a nenhum pensamento. Imagine que você é um alpinista, que observa a vida passar de cima de uma montanha, sem se identificar com qualquer acontecimento lá em baixo.

Isso é a impermanência e a capacidade de reconhecê-la é o primeiro passo para despertar do sonho que viemos sonhando há tanto tempo. A vida está acontecendo e muitas vezes nos prendemos ao passado ou ao futuro, sem prestigiar a magia do momento presente que nunca mais será

   

MEDITAÇÃO, UM ESTADO DE SILÊNCIO COMPLETO

MEDITO PARA ME ENCONTRAR OU PARA FUGIR DE MIM?

A meditação é, por definição, um estado de silêncio completo, a ausência de pensamentos, o momento em que a mente não existe mais. É um caminho de encontro com a nossa verdadeira essência, com a energia que cria e guia o universo.

As práticas mais comuns estão relacionadas a ficar quieto e em silêncio, apenas observando os pensamentos, sem se identificar com eles, até que eles desapareçam e sua atenção esteja direcionada apenas para a sua respiração, o som ao redor ou as batidas do coração.

Uns cinco minutos diários desta prática já fazem bastante efeito, nos sentimos mais leves, mais dispostos, vemos o mundo com mais clareza e tranquilidade, a cabeça parece estar mais relaxada para tomar decisões e as preocupações saem de cena.

Por outro lado, nem sempre isso é possível. A meditação é um momento de presença, de sentir o que se passa dentro de nós e, às vezes, podemos utilizá-la justamente para o contrário, para fugir dos pensamentos, para não pensar em nossos problemas, para fugir da realidade, para fingir que nada está acontecendo e que, na verdade, está tudo bem.

O que não funciona, pois, ao abrir os olhos, a realidade está ali. A meditação nos propicia uma clareza mental e vermos as belezas do mundo. Mas ver o mundo como se fossem só belezas é um engano, é fugir da sua realidade, é não se apropriar da sua responsabilidade.

Perceba se você utiliza a meditação como uma fuga ou como um caminho para se entender melhor, para se conectar mais consigo e resolver seus anseios.

Às vezes, meditar é justamente colocar toda a atenção em seus pensamentos, um olhar profundo para si, deixar os pensamentos desenrolarem, amadurecer as ideias, sentir o que os pensamentos provocam em você, o que você sente vontade de fazer ao pensar naquilo e resolver. Boa parte das vezes, meditar é sair da posição de lótus e tomar uma atitude na vida. Afinal, o nada fazer não é o não fazer nada.

 

Por Bruno Prashanti

   

MEDITAÇÃO NO TRABALHO

Meditação no trabalho

É POSSÍVEL PRATICAR MEDITAÇÃO NO TRABALHO?

Quando pensamos em meditação, pensamos em um lugar calmo, tranquilo, dentro de casa e quando ninguém vê. Porém, é possível praticar a meditação também durante o trabalho, para amenizar estresses a ajudar no foco e concentração.

Quais são dicas para começar a meditação no trabalho?

Claro, a meditação trata-se de um treinamento do cérebro e de um caminho de acesso e de conexão com as nossas sensações, emoções, pensamentos e vontades. Para tanto, um lugar calmo e tranquilo ajuda, mas não é essencial, o importante é estar aberto para entrar em contato consigo, colocar atenção no que está sentindo e observar os pensamentos. Geralmente, relacionamos meditação a ficar parado e em silêncio. No Tantra, por exemplo, as meditações são ativas, ou seja, elas estimulam o movimento, a respiração e a soltura dos sons. É uma prática de presença e de expressão do que se sente. No caso do ambiente de trabalho, é de extrema importância meditarmos, pois reduz a nossa ansiedade e estresse, melhorando as tomadas de decisões e a resolução de problemas.

Uma opção de exercício para quem está no trabalho é respirar profundo, colocando atenção na inspiração e na expiração. Pode ainda escrever ou desenhar o que está sentindo, pois nos conecta com o que as nossas emoções e as expressamos de alguma forma. Quando alguém nos irrita e incomoda, vale olharmos para a pessoa como se ela tivesse 5 anos de idade, o que nos ajuda a mudar o nosso julgamento sobre o outro e como nos relacionamos com ele. Ao identificar algo negativo em alguma coisa ou alguém, imediatamente encontre algo positivo (e vice-versa), isso nos ajuda a trazer novos olhares para o que vemos, influenciando a forma como nos sentimos sobre aquilo.

Para exercitar a meditação, o importante é entrar em contato consigo mesmo e ser sincero com o que sente. Sem brigarmos com o que estamos sentindo, com o que estamos pensando, o lugar não importa muito, o olhar para si e para suas vontades isso sim é o mais importante.

É possível meditar em qualquer lugar em um minuto e fazer uma significativa mudança no seu estado mental rapidamente, como proposto pelo “One Moment meditation”?. Para isso, é necessário prática diária?

Meditação é presença, é entrar em contato consigo e com o que está acontecendo no agora. Conforme praticamos a meditação, mais fácil se torna o acesso a nós mesmos, desacelerar os pensamentos, interromper as preocupações e viver o momento presente. Cada vez que meditamos, ou seja, que estamos mais presentes, a mente deixa de tagarelar e o nível de ativação cerebral diminui, abrindo espaço para o relaxamento e alterando o nosso estado mental para uma vibração mais tranquila, de quietude. Com isso, o cérebro ganha energia e volta com mais força, encontrando soluções com mais facilidade.

Por outro lado, ao parar por um minuto para ficar apenas no presente, abrimos espaço também para o real, para o que está na nossa frente, para o sol que brilha, para ouvir uma música, para perceber que alguém acabou de lhe dar bom dia e você mal respondeu, enfim, parar por um momento nos permite sair do automático da alienação e deixar ser tocado pelo mundo e por nossas emoções, ao contrário de passar reto a todas as coisas, focado apenas nas metas, nos problemas, no concluir os afazeres do dia.

A prática regular da meditação deixa o exercício mais fácil, além de se tornar algo habitual, ou seja, meditamos e estamos presentes sem esforço, sem precisar colocar a meditação na agenda.

Meditar não é questão de tempo, mas sim, de intensidade e conexão consigo mesmo.

 

   

CONHEÇA nossa estrutura

Nosso ambiente é preparado a cada detalhe para proporcionar a você uma experiência agradável, segura, leve e acolhedora. Venha nos visitar!

   
GANESHA METAMORFOSE ESPAÇO TERAPÊUTICO
R: Dona Rosa de Gusmão, 135 - Jd. Guanabara, Campinas/SP CEP:13073-141
Entre em contato
(19) 2515-6500